Moradores de Ciudad Del Este fazem protesto contra quarentena restritiva

Atualização: 30/07/2020 14:09   |   Reações:15

O anúncio de que Ciudad Del Leste, no Paraguai voltaria a ter quarenta mais restritiva despertou a fúria dos cidadãos que se manifestam em diferentes pontos, principalmente no micro centro, já bem próximo a Aduana da Ponte Internacional da Amizade.

Em Ciudad del Este a concentração e na rotatória da Monalisa no microcentro, onde um número significativo de pessoas já está se mobilizando.

No bairro de Dom Bosco, especificamente na Avenida Peru, um grupo de moradores também iniciou a manifestação com a queima de pneus.

Outro ponto da mobilização ocorre no cruzamento do Km 10 Acaray em Cidade de Leste onde um número significativo de pessoas com faixas, cartazes e bandeiras realiza o bloqueio parcial da Rota PY 02 e das avenidas Monseñor Rodríguez e San Blas, também em repúdio à decisão tomada pelo Governo Nacional.

O argumento principal é o baixo movimento comercial no departamento, eles reclamam que essa medida apenas trará mais dificuldade econômicas para o povo do Alto Paraná.

Caminhões queimados, lojas saqueadas, soltados e manifestantes feridos, fogo e destruição por todos os lados.

Uma série de incidentes foram registrados nas últimas horas em Ciudad del Este entre manifestantes e soldados da marinha e policia armada que explodiu em um confronto violento pelas ruas da cidade.

Essa situação ocorre depois que o governo anunciou na tarde desta quarta-feira, (29) que, devido ao aumento de casos positivos de COVID-19 no Alto Paraná, equivalente a 40% do que é registrado em todo o país, o departamento irá regredir a fase zero da quarentena, ou seja, fechar o comércio novamente.

Com o slogan "Alto Paraná não volta", os convocados saíram às ruas e levantaram a voz de protesto o que desencadeou essas cenas lamentáveis, caminhões queimados e depredados, lojas sendo saqueadas, pessoas feridas.


 

Fonte: Guia Medianeira | Redação Oops notícia foz na hora

Algum problema com o conteúdo desta página? Acha que esse conteúdo violou algo?

Você pode ajudar a melhorar isso! Envie suas sugestões, reclamações ou críticas...

Estamos dispostos a ajudar! Entre em contato via Whatsapp: (44) 9 1234-1234

Galeria

Envie seu comentário: